• Redação

Receita Federal em Manaus encontra bonecas com skunk


A Equipe K9 da Receita Federal em Manaus realizou, no dia 22/11, operações de combate ao contrabando e descaminho no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios, que resultaram na apreensão de 350 g de skunk.


Durante procedimentos de rotina de fiscalização no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios as Equipes K9 (Cães de Faro) da Receita Federal detectaram encomendas suspeitas de conter drogas ilícitas. A carga foi separada e submetida ao Raio-X, momento em que se comprovou o alerta dado pelos cães de faro Deco e Odin.



As encomendas fiscalizadas continham bonecas e foram submetidas ao procedimento de verificação física, o que permitiu constatar a presença de 350 g de Skunk. As encomendas com a droga eram destinadas à Serra/Espírito Santo.


A atuação da Receita Federal contra ilícitos


A Alfândega do Aeroporto de Manaus informa que as ações de fiscalização e controle aduaneiro que são realizadas tem por objetivo evitar a circulação, no território nacional, de produtos potencialmente nocivos à saúde e ao meio ambiente, e inibe a prática de crimes que geram desemprego, sonegação de impostos e concorrência desleal à indústria e ao comércio local.


A Receita Federal também alerta que muitos casos de contrabando e descaminho, considerados pela população como crimes “menores”, estão ligados ao crime organizado que atua nas fronteiras brasileiras. Essas organizações criminosas, que promovem tráfico internacional de drogas, armas e munições, utilizam-se do mercado ilegal de produtos como forma de financiamento para suas ações. É importante que a população se conscientize de que o que pode parecer uma “pequena transgressão” traz grandes prejuízos ao país, contribuindo inclusive para a deterioração da segurança pública.



Assessoria de Comunicação da Receita Federal em Manaus

Publicidade

Publicidade