Publicidade

  • Redação

Igreja Universal denuncia dois ataques a templos após eleições

Dois templos da Igreja Universal do Reino de Deus foram vandalizados no último domingo (30) após o resultado da eleição presidencial que deu vitória para o candidato Lula (PT).


De acordo com a denominação fundada pelo bispo Edir Macedo, o primeiro caso aconteceu no estado do Piauí. Com a vitória do petista, os eleitores saíram às ruas e picharam a porta da igreja.


Por ter dado apoio a Jair Bolsonaro (PL), a Universal se tornou alvo de ataques de militantes de esquerda.


Naquela mesma noite, o templo da Igreja Universal da cidade de Santa Rita, em Pernambuco, também foi vandalizado.

Os criminosos escreveram mensagens como “Fora Bozo” nas paredes da igreja.


O deputado estadual Jutay Meneses (Republicanos), ligado à igreja, foi quem fez a denúncia deste segundo caso.

– Como deputado estadual eleito pelo povo não irei aceitar em hipótese alguma esse tipo de agressão religiosa. Quero levar isso ao secretário de Segurança Pública e demais autoridades. Não podemos aceitar que nossas igrejas sejam depredadas por pessoas que não aceitam o contrário e querem impor a sua opinião – declarou Jutay.


*Pleno

Publicidade