• Redação

Haiti enfrenta catástrofe humanitária, diz órgão da ONU

Cerca de 4,7 milhões de pessoas passam fome


O Haiti está enfrentando catástrofe humanitária enquanto luta contra desnutrição, violência de gangues, inflação e um surto de colera, disse o Programa Mundial de Alimentos (PMA da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta sexta-feira (14).


Cerca de 4,7 milhões de pessoas, quase metade da população do Haiti, estão passando fome, com cerca de 19 mil pessoas no bairro de Cité Soleira, em Porto Príncipe, enfrentando "fome catastrófica", segundo o PMA.


"O Haiti está enfrentando catástrofe humanitária", disse Jean-Martin Bauer, diretor do PMA no Haiti.


"A situação é preocupante, é uma catástrofe e precisamos responder imediatas", acrescentou.


Gangues haitianas, há um mês, impedem a distribuição de diesel e gasolina, prejudicando empresas e hospitais e criando escassez de bens básicos, incluindo água, no momento em que o país enfrenta novo surto de cólera.


Outra autoridade da ONU acrescentou que 100 mil crianças no Haiti, com menos de 5anos, sofrem de desnutrição grave. "Elas são especialmente vulneráveis a esse surto de cólera", afirmou.


Via - Reuters

Imagem - Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

Publicidade

Publicidade