Publicidade

  • Redação

Governador Wilson Lima confirma concurso da PM/AM para o primeiro semestre de 2021


Foto: (Reprodução)


O concurso PM AM (Polícia Militar do Amazonas) está previsto para ser realizado no primeiro semestre de 2021. Já foi constituída, em 2018, a comissão organizadora do certame, que é presidida pelo coronel Ronaldo Negreiros da Silva e vice-presidida pela coronel Cheyenne Anute de Lima.


Recentemente, o governador do estado do Amazonas, Wilson Lima, participou da inauguração da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor) e reforçou a necessidade do aumento do quadro de pessoal para forças de segurança do estado.


“Já é algo planejado, assim que o Amazonas tiver condições vamos realizar o concurso público. Trabalhamos com a possibilidade de fazer isso ainda no primeiro semestre de 2021, mas vai depender muito de como a economia vai se comportar, além da situação fiscal do estado,” disse Wilson.


Com a publicação do edital prevista para o 1º semestre de 2021, o novo certame já conta com a comissão responsável por acompanhar e fiscalizar o concurso. Sendo que o próximo passo seria definir a banca organizadora do certame. Após isso, a publicação do edital se tornará eminente

“Esse concurso é importante para a recomposição dos quadros das policias e isso vai representar um efetivo regular para o policiamento da cidade, tanto da capital quanto do interior. A situação do interior é gravíssima porque há municípios que não há policiais, e isso é uma coisa inadmissível. Nós temos em andamento um projeto de patrulhamento ostensivo da cidade e dos municípios do interior, especialmente dos grandes municípios como, Parintins, Coari, Tefé, Tabatinga, Eirunepé, Carauari. Esses municípios estão padecendo dos mesmos problemas que Manaus, quanto a criminalidade”, avaliou governador.


Dos Cargos; Vagas e Remunerações


A expectativa é o preenchimento de 681 vagas para a polícia militar, distribuídas da seguinte forma:


601 para Soldado Combatente


20 para Oficial Combatente


20 para Oficial de Saúde


20 para Cabo Especialista Músico


20 para Cabo Especialista de Saúde


O posto de soldado destina-se aos profissionais com ensino médio completo, enquanto a função de oficial poderá exigir de nível médio ou superior, de acordo com a especialidade a ser oferecida. Para cabo, o nível de escolaridade não foi divulgado.

Com relação aos salários do concurso PM AM, atualmente, com o último reajuste, um Aluno Soldado recebe de salário inicial de R$ 2.263,05. Já formado, o soldado recebe R$ 4.464,87.


Os Cabos recebem salários de R$ 5.714,11. Os Alunos Oficiais recebem salário inicial de R$ 5.668,38, já formados recebem R$ 9.125,00.


Como foi o último concurso PM AM


Em 2011, foi lançado o concurso PM AM com 2.473 vagas, sendo 2.000 para soldado, 29 para praça especialista, 39 para oficial de saúde e 405 para oficial combatente. O processo seletivo foi organizado pela Fundação Instituto Superior de Administração (Isae).


As ofertas para oficial combatente estavam divididas da seguinte maneira: 167 para os que fizeram o curso de formação de oficial PM; 188 para as pessoas com graduação em direito; e 50 para os candidatos com ensino médio. Para esta função também foi exigida carteira de habilitação. Durante o curso de formação os oficiais receberam R$ 3.274,66 e depois que passaram a aspirante começaram a ganhar R$ 3.400,60.


O posto de soldado destinou-se aos candidatos com nível médio e com altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. A remuneração foi de R$ 1.104,81 durante o curso de formação e de R$ 1.637,33 após a conclusão.

Com exigência de nível médio e vencimento inicial de R$ 1.685,06, a carreira de praça especialista estava distribuída entre as funções de auxiliar de enfermagem (10), auxiliar de odontologia (6), auxiliar veterinário (3) e músico instrumentista com especialidade em clarinete (3), saxofone (1), trombone (2), trompa (2) e corneta (2).


Para oficial de saúde, o concurso PM AM teve 18 chances para médico em diversas especialidades, oito para dentista, uma para veterinário, uma para farmacêutico-bioquímico, quatro para enfermeiro, cinco para psicólogo e duas para fisioterapeuta. Tais cargos necessitaram de curso superior completo e o salário base inicial correspondia a R$ 3.600,40.

Publicidade