Publicidade

  • Redação

Gilberto Barros é condenado a 2 anos de prisão



O apresentador Gilberto Barros foi condenado a 2 anos de prisão por homofobia. A decisão foi tomada pela juíza Roberta Hallage Gondim e publicada na última sexta-feira (12).


A sentença prevê 2 anos de reclusão em regime aberto e pagamento de 10 dias de multa e prestação de serviços à comunidade. O apresentador ainda pode recorrer.


Em setembro de 2020, Gilberto Barros disse durante o programa ‘Amigos do Leão’ que presenciou um ‘beijo de língua de dois bigodes’ enquanto trabalhava na Rádio Globo e insinuou que agrediria o casal.


“Não tenho nada contra, mas eu também vomito. Eu sou gente, ainda mais vindo do interior. Hoje em dia, se quiser fazer na minha frente, faz. Apanha os dois, mas faz”, disse na época.


*Holanda

Publicidade