• Redação

Ford Escort RS que foi da princesa Diana é o mais caro da história

Esportivo que pertenceu à princesa Diana de Gales foi modificado a pedido da família real e arrematado por valor equivalente a R$ 4,35 milhões


A Silverstone Auctions, tradicional casa de leilões da Inglaterra, bateu o martelo e o Ford Escort RS Turbo Série 1, de 1985, que pertenceu à princesa Diana - morta em um acidente de carro há exatos 25 anos - já tem novo dono. O modelo foi arrematado por 722,5 mil libras esterlinas, valor equivalente a R$ 4,35 milhões. Vale dizer que o montante surpreendeu os especialistas da leiloeira, que estimavam vender o esportivo por 120 mil libras esterlinas, algo como R$ 723 mil.


Com esse montante, o exemplar que foi da princesa de Gales entra para a história como o Ford Escort mais caro de todos os tempos. Afinal, além de pertencer à Lady Di, recebeu modificações feitas a pedido da família real inglesa por questões de segurança.

Silverstone Auctions/Divulgação


Fabricado no Reino Unido, o Escort da princesa de Gales tinha carroceria pintada de preto. A ideia da realeza, à época, era conseguir mais discrição. Afinal, numa era em que não havia película nos vidros, Lady Di precisava achar uma forma de driblar diariamente os "paparazzi" a fim de (pelo menos tentar) passar despercebida. Assim, ficou de lado a cor Diamond White (branca), aplicada em todas as mais de 5.000 unidades do Escort RS Turbo S1 fabricadas pela marca.

Ford/Divulgação


Desse modo, aproveitando a mudança, a realeza acabou mudando a grade dianteira do carro: convencional, ao invés de três barras. E para tornar as coisas ainda mais seguras, a família real encomendou ainda um outro exemplar, para servir de dublê durante os passeios da princesa. Afinal, ela mesma gostava de dirigir seus carros, dispensando motoristas particulares.

Silverstone Auctions/Divulgação


40.000 km


Para se mover, o hatch britânico conta com motor 1.6 turbo de 130 cv e 18,4 mkgf, números que ajudam no 0 a 100 km/h em 8,6 segundos. O câmbio é manual de cinco marchas. Basicamente, o modelo ficou três anos na garagem da família real (de 1985 a 1988). Depois, passou por outros proprietários. É tanto que o Ford Escort RS Turbo Série 1 de Lady Di foi arrematado com 40.000 km rodados. O novo proprietário não teve o nome revelado.


Via - Estadão

Edição Web - Felipe David



Publicidade

Publicidade