• Redação

Festival Até o Tucupi 2022 reúne atrações musicais, oficinas e intervenções artísticas




MANAUS-AM | Realizado há 15 anos na capital amazonense, o Festival Até o Tucupi realiza a edição de 2022 com abertura na tarde desta segunda-feira, na Escadaria do Teatro Amazonas. A programação se estende ao longo da semana em diversas linguagens artísticas e de formação nas zonas central e Norte de Manaus e finaliza com a Mostra Musical nos dias 29 e 30 de julho.


Ao todo serão 11 atrações na Mostra de Música: Jup do Bairro (SP), Nic Dias (PA), Anna Suav, Lua Negra, Kurt Sutil, Gabi Farias, Dan Stump, Lary Go & Strela, Jacintas, Maddy & Seus Namorados e Um Trevo. A Mostra de Música acontece de 29 a 30 na arena aberta do Palacete Provincial, na Praça Heliodoro Balbi, Centro de Manaus.


Jup do Bairro


Jup do Bairro se apresenta no dia 30, é cantora, atriz, performer, uma multiartista natural de São Paulo e integrou por três anos a banda de Linn da Quebrada como backing vocal e performer. Simultaneamente, criou o Bad do Bairro, ao lado da produtora musical e DJ Badsista. Em 2020 Jup lançou seu EP de estreia Corpo Sem Juízo que foi sucesso de público e crítica rendendo para Jup os prêmios Multishow e APCA na categoria Revelação do Ano. Na TV, Jup estreou em 2019 no Canal Brasil, onde conduz com Linn da Quebrada o programa de entrevistas TransMissão, com duas temporadas realizadas e uma terceira em produção.


Nic Dias


Cria das ruas de Icoaraci, distrito suburbano de Belém, o show de Nic Dias acontece na sexta-feira (29). Ela tem mostrado nos seus versos a potencialidade da sua voz em contar histórias que muitas vezes são silenciadas, em um país culturalmente racista como o Brasil. De cabeça erguida e trajada de confiança nas suas rimas, em cada música nova a rapper mostra porque veio para ficar: sem filtro, Nic está disposta a contar cada pensamento e poesia que estão entalados na garganta, a partir da sua visão e vivência como uma mulher negra, nortista e da periferia, sem se importar a quem possa, ocasionalmente, incomodar.


Sobre o Festival Até o Tucupi


Desde 2007 o Festival Até o Tucupi amplia a possibilidade de produção cultural brasileira escrevendo uma história participativa incluindo a sociedade civil, mobilizadores culturais e incluindo em sua essência a cultura digital, além das associações e os coletivos.


Numa perspectiva regional, o Até o Tucupi promove intercâmbio cultural do Amazonas com outras regiões e descentraliza as produções artísticas através da troca de tecnologias sociais voltadas para a capacitação dos agentes culturais. A linha de frente do Festival atua com a luta antirracista, a visibilidade LGBTQIA+, igualdade de gênero, a produção artística fora dos grandes centros e em 2022 pauta a emergência climática em seu eixo.


O Festival Até o Tucupi de Artes Integradas 2022 é uma realização do Coletivo Difusão e a Fundação Nacional das Artes – Funarte, através do Prêmio Funarte Festivais de Música 2021 e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas – SEC, através do Prêmio Amazonas Cultura Em Rede. O Festival integra a Associação Brasileira de Festivais Independentes – Abrafin e também sem apoio do Sistema Operacional da Música (S O. M.).





*Com informacões: Imediato






Publicidade

Publicidade