top of page

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
  • Redação

Ex-ator Guilherme de Pádua morre aos 53 anos

O ex-ator Guilherme de Pádua, de 53 anos, morreu neste domingo (6/11) vítima de infarto em Belo Horizonte. A informação foi transmitida pelo pastor Márcio Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha, em seu perfil no Instagram. Segundo o religioso, o óbito ocorreu pouco antes das 22h.

“Recebi o telefonema de uma irmã falando de um dos nossos pastores que acabou de falecer.


Aquilo para mim foi um impacto muito grande, pois hoje, às 10h, eu estava dirigindo o culto, e ele estava no primeiro banco com a esposa, servindo ao Senhor, cantando, orando, louvando (...)”, disse.

Guilherme de Pádua interpretou o motorista Bira na novela De Corpo e Alma, da TV Globo, em 1992. Seu personagem fazia par romântico com Yasmin, vivida pela atriz Daniella Perez, filha da autora do folhetim, Glória Perez. No decorrer da trama, Pádua tramou o assassinato de Daniella com a ajuda da ex-mulher, Paula Nogueira Thomaz.


“É um moço que a sociedade não compreende, porque ele praticou aquele crime tão terrível da Daniela Perez, foi preso, cumpriu a pena e se converteu. Era uma lagarta e virou borboleta. Dentro de casa, caiu e morreu. Morreu agorinha. Acabou de morrer”.


Por ter matado Daniella Perez a punhaladas, Guilherme de Pádua foi condenado a 19 anos e 6 meses de prisão. Após cumprir um terço da pena, ele ganhou liberdade em 14 de outubro de 1999. Posteriormente, aderiu à igreja evangélica, na qual, segundo o pastor Márcio Valadão, tinha um trabalho social com ex-presidiários.


“Esse moço, Guilherme de Pádua, ficou tão conhecido. Era um artista de TV e fez aquela besteira anos atrás. Até hoje fica um estigma muito grande. Mas eu tive o privilégio de conviver com ele. Durante muitos anos, esteve conosco. Depois que saiu da prisão, cumpriu a pena, e hoje tem um trabalho de cuidar de ex-presos no ministério pastoral”.

 EM

 

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
bottom of page