Publicidade

  • Redação

EUA manipula vírus da Covid em laboratório e cria cepa mais letal

Especialistas e infectologistas estão preocupados com o vírus da Covid-19 que foi manipulado por cientistas da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, criando uma cepa mais letal do Sars-Cov-2.

A preocupação gira em torno da possibilidade de criar uma nova pandemia, caso o vírus saia do laboratório, gerando ainda mais mortes.


A nova cepa surgiu, segundo a equipe de Boston, com a junção da variante Ômicron e da variante originária de Wuhan.


Testada em cobaias, a nova cepa desenvolvida matou 80% dos ratos infectados e é por isso que a comunidade científica está criticando o estudo estadunidense.


– Isso deveria ser proibido. É como brincar com fogo – comentou Shmuel Shapira, um dos principais cientistas do governo israelense.


Vale lembrar que a pandemia de Covid-19 pode ter surgido em um estudo parecido. Acredita-se que cientistas de um laboratório próximo a Wuhan, na China, estudavam os efeitos do coronavírus em morcegos quando os primeiros casos em humanos apareceram, se espalhando rapidamente para o mundo todo.


Até o dia de hoje, mais de 625 milhões de pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus e destas, 6,57 milhões vieram a óbito.


Com informações *Pleno News

Publicidade