top of page

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
  • Redação

Esposa de homem preso por planejar atentado no DF recebeu parcelas do Auxílio Emergencial

A esposa do empresário bolsonarista George Washington de Oliveira Sousa, preso por montar artefatos explosivos em um caminhão-tanque no último sábado, 24, recebeu parcelas do Auxílio Emergencial, benefício criado no governo do atual presidente Jair Bolsonaro (PL).


De acordo com informações do Metrópoles, a mulher recebeu as parcelas do benefício no período de abril de 2020 a julho de 2021, totalizando R$ 5,7 mil. Porém, seis parcelas - R$ 2,4 mil - teriam sido devolvidas à União.


O benefício foi criado em 2020 para apoiar famílias de baixa renda durante o período da pandemia de Covid-19. Um dos critérios para o recebimento do auxílio era a renda por integrante da família não passar do valor de meio salário mínimo, na época era o equivalente a R$ 550.



Em depoimento à Polícia Civil, o empresário afirmou que investiu R$ 170 mil em armas de fogo. No apartamento alugado pelo homem no Distrito Federal, os agentes encontraram um arsenal com espingardas, fuzil, revólveres, munições e materiais explosivos.


O homem, que é apoiador de Bolsonaro e estava no DF para participar dos protestos contra o resultado das eleições deste ano, também disse que tinha o objetivo de “dar início ao caos” e provocar o decreto de estado de sítio no país.


A esposa do empresário, Ana Claudia Leite de Queiroz, afirmou, em entrevista ao Uol, que soube da prisão do marido por meio da mídia e disse estar “chocada e assustada” com o acontecido.


O homem foi preso no último sábado, 24, e transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda no domingo, 25.


O Povo

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
bottom of page