• Redação

Especialista diz que subvariante do coronavírus é muito leve

O imunologista Roberto Zeballos gravou um vídeo para explicar aos seus seguidores das redes sociais que a nova subvariante do coronavírus, a BQ.1, não será causadora de uma nova leva de internações que possam prejudicar o sistema de saúde.


Além disso, o especialista afirmou que os sintomas são “muito leves” e que “não adianta usar máscara”.



– Às vezes, as pessoas se internam por receio, mas são casos muito leves. Na semana retrasada, tive um ou dois pacientes diagnosticados. Agora, estou com quatro ou cinco. Mesmo que o número suba para 12 casos por dia, ele será menos de um décimo do que já aconteceu na pandemia – disse Zeballos no vídeo.


A subvariante BQ.1 é mutação da variante ômicron, portanto, seus sintomas são muito parecidos: dificuldade respiratória, febre, dor de cabeça, dores no corpo, dores musculares, garganta inflamada, tosse, coriza e obstrução nasal.


Várias cidades brasileiras já registraram casos da nova subvariante. Até dezembro, essa nova cepa poderá ser dominante no Brasil.


*Pleno News


Publicidade

Publicidade