• Redação

Escola de Rio Preto da Eva implanta projeto Escola Segura, Aluno Cidadão


A Solenidade de Implantação do Projeto Escola Segura, Aluno Cidadão (PESAC), assim como a entrega das patentes e a graduação dos alunos do 1º ao 3º ano do Ensino Médio do turno matutino da Escola Estadual Rio Preto da Eva aconteceu nesta quinta-feira (3), no Ginásio Dayson Siqueira Pinto.


O projeto acontece nas escolas estaduais e é fruto de parceria entre a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e a Secretaria de Educação e Desporto (Seduc) e de Segurança Pública (SSP-AM), sendo ferramenta de combate à violência no ambiente escolar.


A iniciativa busca formar cidadãos por meio de hábitos baseados na disciplina, hierarquia, ordem e respeito. "A Polícia Militar chega com a tradição militar, de disciplina e respeito aos valores. Através disso, a criança e o adolecente começam a retomar atitudes positivas, reeducando todo o sistema, e assim pacificando a comunidade, através do ambiente escolar", explica o Cel PM Eyderson Fonseca, Chefe do Estado-Maior Geral da Polícia Militar do Amazonas.


Os alunos que se destacam no projeto recebem patentes, simbolizadas por lenços, de alunos-capitães, tenentes e sargentos. "Para receber uma patente o aluno precisa ser bom, através do rendimento escolar. Cada bimestre será feita a seleção dos alunos destaques, que receberão as patentes, incentivando a dedicação aos estudos", explica o coordenador do projeto na Escola Estadual Rio Preto da Eva, professor Jadson Santos.


O projeto Escola Segura, Aluno Cidadão foi lançado pelo governador Wilson Lima, em 2020 e já foi implantado em escolas da capital e do interior do Amazonas. A previsão é que ano que vem o projeto atenda os alunos dos outros turnos da Escola Rio Preto e que a iniciativa também seja adotada pela Escola Estadual Raimundo Paz.

Publicidade

Publicidade