• Redação

Entidades denunciam omissão e demora nas buscas a desaparecidos




Entidades indígenas denunciam a omissão e a demora para agir nas buscas pelos desaparecidos na Amazônia: o indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista Dom Phillips.

Nesse sentido, a Defensoria Pública da União (DPU) ingressou, dia 6, com uma ação civil pública em conjunto com a Univaja (União dos Povos Indígenas do Vale do Javari).


As entidades pedem à Justiça que obrigue o governo federal a disponibilizar helicópteros.

Bruno Araújo Pereira, servidor licenciado da Fundação Nacional do Índio (Funai), e o jornalista Dom Phillips, correspondente do jornal britânico The Guardian.

Conforme o Uol, eles estão desaparecidos desde a manhã deste domingo (5) no Vale do Javari.


Leia mais

Jornalista e servidor do governo não são achados e podem estar mortos


DPU


Na ação, a DPU diz que, até dia 6, um dia após o desaparecimento, não havia buscas com helicóptero pela região, e solicitou reforço imediato:


“É fundamental ressaltar que a região do Vale do Javari é gigantesca, de modo que se impõe que as equipes de busca sejam imediatamente reforçadas não apenas em número de efetivo de pessoal, mas também com a disponibilização de barcos e helicópteros”


Uma nota em conjunto entre entidades indígenas enviada ontem citou a ação com a DPU e criticou a omissão nas buscas. Em um trecho da nota diz:


“Com exceção dos seis policiais militares e de uma equipe da Funai, que iniciaram as buscas ainda ontem (6) com a equipe da Univaja, as informações acerca do cenário das buscas revelam a omissão dos órgãos federais de proteção e segurança”.


As entidades também criticaram o Exército e a Polícia Federal.


Como resultado, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas enviou ontem uma equipe formada por policiais civis, bombeiros e PMs para reforçar as buscas em Atalaia do Norte.


Portanto, segundo a Univaja, Bruno vinha sendo alvo de ameaças de garimpeiros, madeireiros e pescadores. O Ministério Público Federal (MPF) abriu investigação do caso.


Leia mais no Uol.


Foto: Eliana Nascimento/SSP-AM


Informções: BNC Amazonas

Publicidade

Publicidade