top of page

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
  • Redação

Em Humaitá, PC-AM prende homem que comercializava produtos medicinais sem comprovação científica

Com ele foram apreendidos diversos medicamentos sem procedência.

No município de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus), a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) prendeu, em flagrante, na segunda-feira (26/12), por volta das 14h30, Miguel Shalom Lima da Silva, 27, pelos crimes de falsificação e medicamentos sem procedência. A prisão ocorreu na rua Monteiro, bairro Centro, naquele município.

Conforme o investigador Cláudio Coelho, que está respondendo interinamente pela unidade policial, as investigações em torno do caso iniciaram após os policiais receberem denúncias da Fundação Municipal de Saúde (FMS) do município, informando que o indivíduo estaria comercializando medicamentos sem comprovação científica.


“Com base na denúncia, foi instaurado um Inquérito Policial (IP) no intuito de averiguar a materialidade e autoria do suposto crime. Posteriormente, identificamos Miguel e efetuamos sua prisão, ocasião em que foram apreendidos diversos medicamentos sem procedências”, contou.

Ainda segundo o investigador, o autor disse que teria adquirido os medicamentos em promoções de drogarias, porém, não apresentou nota fiscal, nem qualquer outra evidência.

Procedimentos

Miguel Shalom Lima da Silva responderá por falsificação e comercialização de medicamentos sem procedência, e será encaminhado à audiência de custódia, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

FOTOS: Divulgação/PC-AM

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
bottom of page