Publicidade

  • Redação

Em Fonte Boa, Wilson anuncia Asfalta Amazonas para pavimentar ruas de todos os municípios

Governador assumiu o compromisso e ressaltou que, na capital do estado, o Asfalta Manaus já é realidade e vai pavimentar 10 mil ruas


O candidato à reeleição pelo União Brasil, governador do Amazonas Wilson Lima, vai ampliar a pavimentação de qualidade para ruas de todos os municípios do interior do estado e Fonte Boa será beneficiada. Wilson assumiu o compromisso durante comício na cidade (a 678 quilômetros de Manaus), nesta sexta-feira, 16 de setembro.


A pavimentação do interior vai ocorrer por meio do programa Asfalta Amazonas, uma ampliação do Asfalta Manaus, que está pavimentando 10 mil ruas na capital.


Ao desembarcar em Fonte Boa, Wilson fez questão de caminhar pelas ruas e ver o estado das vias do município. Ele, enquanto governador, tentou fazer parcerias com o município para pavimentação, porém a Prefeitura de Fonte Boa recusou a iniciativa do governador.



“Eu fiz parcerias com todas as prefeituras do interior. Também ofereci parcerias com a Prefeitura de Fonte Boa e a parceria aqui não foi feita por culta do governador não. Eu sou um homem do diálogo. O Asfalta Manaus, agora, vai virar Asfalta Amazonas. E a partir do ano que vem, anotem, porque o compromisso que eu assumo, eu cumpro, o estado do Amazonas vai entrar em Fonte Boa para asfaltar as ruas”, disse Wilson.

Outras ações


No governo Wilson, 1.823 famílias recebem o Auxílio Estadual permanente todo o mês, o que garante uma injeção de R$ 273 mil mensalmente na economia do município. E ainda na área social, Wilson destinou R$ 773 mil para projetos de organizações da sociedade civil, beneficiando 1.653 pessoas.


Para a saúde, Wilson destinou R$ 14 milhões para Fonte Boa. O recurso foi repassado para o pagamento dos profissionais, insumos, medicamentos e aquisição de equipamentos como aparelho de ultrassonografia, entre outros.

Na educação, os 2.677 alunos de escolas do município receberam fardamento e Wilson pagou o maior Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) da história, em 2021.


Para o setor primário, de forma inédita, pescadores começaram a receber subvenção pela comercialização do pirarucu manejado, no valor total de R$ 466 mil. Foram entregues, ainda, 200 kits de sementes para agricultores familiares e 200 mil pós-larvas para piscicultores.


Além disso, foram adquiridas 120 toneladas de alimentos da agricultura familiar, com investimento de R$ 270 mil, que levaram renda aos produtores e ajudaram no combate à fome, com a doação dos alimentos a famílias em situação de vulnerabilidade.



Fotos - Diego Peres

Edição Web - Felipe David

Publicidade