Publicidade

  • Redação

Elefante mata idosa, aparece no funeral e a pisoteia novamente



Maya Murmu, idosa de 70 anos moradora do leste da Índia, foi morta por um elefante enquanto coletava água na vila de Raipal, na última quinta-feira (9).


Segundo informações confirmadas pelo Daily Mail, a vítima foi pisoteada pelo animal selvagem e posteriormente levada a um hospital, onde morreu horas depois devido aos ferimentos.


A trágica história, contudo, não terminou aí: segundo testemunhas ouvidas pelo jornal Independent, o elefante voltou a aparecer na noite do funeral da mulher, derrubando seu corpo de cima da pira funerária.


O animal pisoteou a idosa novamente enquanto a família de Maya realizava os últimos ritos de despedida.

Leia também1 Rússia inaugura substituto do McDonald's, e russos fazem fila

2 Funcionários da M&M ficam presos em tanque de chocolate

3 EUA: Senadores fazem acordo de aumento de controle de armas

4 Itamaraty condena ataque a Juan Guaidó na Venezuela

5 Dormir mal pode fazer achar as outras pessoas feias, diz estudo

Apesar do ocorrido, os familiares seguiram com o funeral após o animal deixar o local.


De acordo com estimativas do governo indiano, cerca de 100 pessoas são mortas por ano como resultado de ataques de elefantes no país. Contudo, fundações como World Wildlife Fund apontam que o número pode chegar a 300 devido a subnotificações.


Pleno News

Publicidade