Publicidade

  • Redação

Eduardo Braga e o jatinho misterioso da sua campanha


O senador Eduardo Braga, candidato ao governo do Amazonas pelo MDB (Movimento Democrático Brasileiro), tem utilizado um misterioso jato particular em sua campanha (foto abaixo), aeronave essa que não aparece em sua prestação de contas de campanha. O mais estranho, não é apenas isso. O jatinho modelo 400A, de prefixo PR-ALY, fabricado pela HAWKER BEECHCRAFT, está registrado no nome da empresa MRJ Comércio e Distribuição Ltda. que tem como sócia a senhora Angélica Cristina da Silva e foi comprado, segundo o que consta no site da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) à vista, não tem "GRAVAME". Só que o detalhe mais absurdo da história, é que a empresa que segundo levantamos no google street, funciona em um endereço comercial situado à Rua Franca, 176, loja 03 - Bairro Eucaliptus, município de Fazenda Rio Grande, no Estado do Paraná, mas na verdade o que funciona no local, é uma espécie de Centro de Estética.





*Endereço registrado na Receita Federal pela MRJ FARMA.



*CNPJ da empresa




*Foto do endereço onde a empresa estava registrada.


Conforme foi citado acima, na verdade o que funciona no local, é esse centro de estética. O que se deduz, é que a empresa funcionaria em uma sala comercial desse prédio. Ainda segundo levantamos, o capital social da MRJ FARMA, é de R$ 3 milhões. Porém, a empresa possui como patrimônio, uma aeronave que custa algo em torno de 7 milhões de dólares.


*Foto da aeronave


Agora, se você acha que a história estava estranha, observe agora. A empresa que aparece como dona dessa aeronave, foi "baixada" na receita federal em 25/08/2021, como mostra o print abaixo:


Como essa aeronave pode está operando, se a empresa em que onde está registrada foi "baixada". Há algo de muito estranho nessa história.


Na prestação de contas da campanha de Eduardo Braga, consta apenas despesas com transporte aéreo pagas a empresa RIMA - Rio Madeira Aviação Ltda., conforme consta no DIVULGACAND do TSE (Tribunal Superior Eleitoral)



A única empresa que tem autorização para operar a aeronave no Brasil, é a MRJ FARMA, que é proprietária e operadora do jatinho, conforme consta no site da ANAC, print abaixo:


Se essa aeronave não consta na prestação de contas de campanha de Eduardo Braga, como o senador a está utilizando? Mesmo que fosse doada, emprestada ou arrendada, deveria aparecer na prestação de contas.


Eis o mistério. Um jato de 7 milhões de dólares, que supostamente está registrado no nome de uma empresa "fantasma", que do nada apareceu na campanha do Emedebista e ninguém explica como.


Tentamos contato com a assessoria do senador, que até o fechamento da matéria não atendeu nossas ligações e nem respondeu nossas mensagens.


Com a palavra, o senador Eduardo Braga.


Vamos aguardar!


Matéria produzida por: Moisés Dutra

Fotos: (repordução/internet)


Publicidade