• Redação

Delegado da Polícia Civil desmente Capitão Alberto Neto após suposta farsa de assalto a coletivo




O delegado Costa e Silva, candidato a vice-prefeito de Manaus pelo Patriota, encontrou o suposto assaltante de ônibus preso pelo Capitão Alberto Neto, candidato a prefeito de Manaus pelo Republicanos, nesta quarta-feira (10/10). Em vídeo publicado nas redes sociais, Costa e Silva afirmou que “a verdade tem sempre que vir à tona”, ao afirmar que Alberto Neto teria chegado ao local quando a situação já estava sob controle para fazer “marketing político”. O delegado também gravou um vídeo ao lado do suposto ladrão, que deu a versão dele do caso. O caso da prisão de um suposto ladrão de ônibus repercute desde a manhã desta quarta-feira.


Fotos divulgadas nas redes sociais mostram o momento em que o deputado federal Alberto Neto ajudou a prender o suposto assaltante. “Estava em frente à feira do Coroado, fazendo bandeiraço, entregando panfletos, pedindo voto. Um ônibus (651) buzinou pedindo ajuda, do outro lado da rua. O instinto policial falou mais alto e eu corri para a ação”, disse o candidato. Ele chegou com a arma na mão.


Em relato e vídeos publicados nas redes sociais, o delegado Costa e Silva afirma que visitou delegacias, para confirmar o registro da ocorrência, o que comprovaria o caso. Ao final do vídeo, Costa e Silva aparece ao lado do homem apontado como o assaltante. O homem se apresentou como ‘Adão’. “Entrou um rapaz no ônibus, no Terminal 2 [Cachoeirinha, zona Sul] e falou que eu tinha pego o celular dele, sendo que não tinha acontecido isso comigo”, disse o homem, que afirmou ser pedreiro e que estava a caminho do trabalho no momento em que foi detido.


*Com informações do Portal do Marcos Santos

Publicidade

Publicidade