• Redação

Crescimento de Wilson Lima é prato indigesto para Eduardo Braga


O crescimento do governador Wilson Lima (União Brasil) nas pesquisas incomoda e muito o senador Eduardo Braga (MDB), que apagado, tenta se manter na disputa a cadeira de governador do Amazonas.


Por: Moisés Dutra | Editor-Chefe


Esse fim de semana, passou a circular nos bastidores da política amazonense, a informação de Wilson estaria perdendo espaço entre os prefeitos do interior do Estado. A notícia plantada em véspera das convenções que se avizinha, tenta de alguma forma frear o crescimento do atual governador, que tem mais de 40 prefeitos apoiando sua reeleição.


O grupo conhecido no Amazonas como "A velha gaurda da política" não absorve a ideia de novas lideranças que surgiram nos últimos anos e desbancaram nomes que eram tidos como "dinastia política amazonense". Eduardo Braga ainda não digeriu as derrotas que vem sofrendo a cada eleição. Em 2014, Braga teve a sua mais dura derrota para um ex-aliado, José Melo, que sempre orbitou em torno do grupo de Braga. Em 2017, Braga sofreu outra derrota para o seu mentor político Amazonino Mendes, com uma diferença de quase 250 mil votos, para um político que já descansava e foi tirado de sua aposentadoria. Em 2018, Braga elegeu-se senador com uma diferença de menos de 1% de vantagem sobre Luiz Castro, cerca de 25 mil votos. Quem não lembra da tensão em que Braga na apuração, ficou em um vídeo publicado na época. No soar do gongo, com os votos do interior, Braga passou Castro, mas levou uma verdadeira surra nas urnas na capital amazonense.


Agora, apagado, e com a maior rejeição entre os candidatos, Braga tenta de qualquer forma viabilizar uma candidatura que por sí só, não se sustenta. As demonstrações de isolamento da velha raposa política, são muitas e nos bastidores, ventila-se que Braga estaria se articulando para enfraquecer o atual governador Wilson Lima, que além do apoio de diversos prefeitos do interior, tem hoje como aliado o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) que é o principal expoente da politica amazonense na atualidade. O apoio de David foi cortejado por diversos políticos, inclusive o de Braga. Quem diria, o homem que um dia foi motorista das empresas de Eduardo, sendo procurado por ele para pedir a bênção.


As investidas contra Wilson Lima, mostram o desespero do grupo que reinou no Amazonas por 40 anos e hoje não admite que a população cansou das mesmas caras se alternando no poder.


*Fotos: reprodução internet

Publicidade

Publicidade