top of page

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
  • Redação

Com 13 mil votos, Joice já gastou R$ 1,9 milhão na campanha

Com apenas 13 mil votos recebidos e longe de qualquer chance de ser eleita para mais um mandato na Câmara, a deputada federal Joice Hasselmann (PSDB-SP) já registrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mais de R$ 1,9 milhão em gastos na sua campanha eleitoral deste ano. A quantia utilizada pela parlamentar resultou em uma média de R$ 143 gastos para cada voto conquistado.


No primeiro lugar do ranking das despesas da campanha de Joice aparece a empresa Cop Bem Gráfica e Editora Eireli, que recebeu R$ 600 mil para a realização de serviços gráficos. Na sequência, está a CSP Consultoria Editorial e Marketing Ltda, com R$ 130 mil para a realização de serviços de marketing diversos. Joice também pagou R$ 110 mil ao Facebook por impulsionamento de conteúdos na plataforma.


Candidatos eleitos em São Paulo com votação expressiva, como a deputada Carla Zambelli (PL-SP), que registrou R$ 1,1 milhão em gastos e recebeu 946 mil votos, ou o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP), que gastou R$ 325 mil e conquistou 741 mil votos, tiveram uma média de menos de R$ 1,20 gastos por voto conquistado, ou seja, valor mais de 100 vezes inferior ao de Joice.


Vale destacar que essa quantia ainda pode aumentar, já que o total de recursos recebidos pela campanha da deputada tucana foi de R$ 3.221.072,53, valor resultante de doação feita pelo PSDB. O prazo para prestação de contas da campanha vai até o trigésimo dia após o fim do primeiro turno, o dia 1° de novembro.


*Pleno News



Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
bottom of page