top of page

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
  • Redação

CMS/Manaus discute cronograma de processo eleitoral complementar





O Conselho Municipal de Saúde (CMS/Manaus) iniciou os procedimentos necessários para realização do processo eleitoral complementar que vai preencher seis vagas para conselheiros municipais de saúde. O objetivo é completar o processo eleitoral realizado no mês de junho, quando foram preenchidas 26 das 32 vagas disponíveis para conselheiros titulares, além dos respectivos suplentes, que irão atuar no mandato de 2022-2025.

A composição do CMS/Manaus é formada por oito representantes do governo e de entidades prestadoras de serviços de saúde (25%); oito escolhidos entre entidades representantes de trabalhadores de saúde (25%); e 16 representantes de usuários do SUS (50%).

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 8/9, no Complexo de Saúde Oeste, conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, zona Oeste, os representantes da comissão especial de coordenação do processo eleitoral definiram o cronograma preliminar para a nova eleição.

Segundo o coordenador da Comissão Especial para organização do processo eleitoral, conselheiro Marcilei Pinto da Silva, a proposta de cronograma será encaminhada para a Diretoria Executiva do CMS/Manaus, que colocará em pauta na próxima Assembleia Ordinária, para aprovação dos conselheiros municipais de saúde, seguindo para publicação no Diário Oficial do Município (DOM).

“Pela proposta da comissão, a intenção é que o cronograma oficial seja publicado no DOM no dia 29 de setembro de 2022, com as inscrições para eleição nos dias 13 e 14 de outubro e a eleição ocorrendo no dia 31 de outubro”, informou Marcilei Silva.

As seis vagas disponíveis na eleição são direcionadas para representantes de usuários da zona Norte; usuários da zona Oeste; representante de entidades públicas de hospitais universitários e hospitais campos de estágio, de pesquisa e desenvolvimento, e de comunidades científicas da área da saúde; representantes de entidades religiosas; representantes de associações de pessoas com deficiência; e representantes de entidades patronais.

“Representantes da sociedade civil organizada que se enquadrem nos requisitos para as vagas podem participar do processo eleitoral. Os interessados podem procurar o CMS/Manaus para obter mais informações do regulamento eleitoral e das regras para a inscrição. A nossa intenção é fazer um processo o mais transparente possível e que toda a sociedade tenha conhecimento sobre a eleição”, destacou Marcilei Silva.

-- -- --

Texto - Eurivânia Galúcio / Semsa

Fotos - Divulgação / Semsa

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
bottom of page