• Redação

Cidades prejudicadas com o desabamento de pontes na BR-319 recebem insumos agrícolas


Manaus – Produtores rurais dos municípios de Careiro Castanho, Careiro da Várzea e Manaquiri começaram a receber nesta quarta-feira (19), apoio do Governo do Estado, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), para o envio de insumos da produção rural local e distribuição de alimentos para as comunidades mais afastadas.


As medidas fazem parte do plano de emergência montado para atender as cidades prejudicadas com a queda das pontes na BR-319.


Quatro caminhões embarcam para auxiliar na distribuição dos alimentos adquiridos pelo Governo do Estado. Estão sendo transportadas 20 toneladas de insumos para os produtores rurais dos respectivos municípios, que estão na eminência de perder suas produções. Em média, 10 toneladas de silagem para o gado e 10 toneladas de ração para aves de postura e embalagens para ovos, chegam ainda hoje ao município de Manaquiri para serem entregues aos produtores que solicitaram o apoio logístico por meio da ADS.


“Hoje a ADS e o sistema Sepror estão enviando quatro caminhões para o município de Manaquiri. Esses caminhões vão servir de apoio para os produtores rurais que estão na iminência de perder suas produções. Nós tivemos uns pedidos de alguns produtores, tendo em vista a dificuldade logística e estamos conseguindo prestar apoio. Eles já tinham adquirido esses insumos e a gente está colocando à disposição esses veículos também para fazer esse transporte, aproveitando a travessia da balsa que estamos realizando hoje”, explicou o diretor-técnico da ADS, Leandro Góes.


Conforme decreto de Situação de Emergência, apresentado no sábado (15) com ações apresentadas para o setor primário, 500 toneladas de alimentos de produtores rurais de Careiro da Várzea, Careiro Castanho e Manaquiri serão compradas para serem distribuídas nas comunidades mais afetadas pelos acidentes. A distribuição será feita por meio das secretarias de Assistência Social (Seas), e de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc); além do Fundo de Promoção Social (FPS).


“Nós estaremos adquirindo essa produção e estaremos também fazendo apoio logístico junto a Sejusc, Seas e Fundo de Promoção Social (FPS), que têm instituições cadastradas que irão receber esses alimentos. Esses alimentos não virão para Manaus, eles permanecerão lá nos municípios que foram afetados para que a gente possa estar prestando apoio tanto para os produtores também para as famílias em vulnerabilidade social”, pontuou Leandro, que está responsável pela coordenação da operação logística realizada pela ADS.


Entre os produtos que serão adquiridos pelo Governo do Estado para a distribuição nos municípios prejudicados pelos acidentes estão abacaxi, hortaliças, mamão, macaxeira, açaí, laranja, limão, pitaya e outros.


Com informações da assessoria*

Publicidade

Publicidade