Publicidade

  • Redação

Celular roubado da servidora do TRT assassinada em Manaus é ligado


Manaus/AM – O celular da servidora do TRT, Silvanilde Veiga, 58, que foi roubado no dia 21 de maio, quando ela foi assassinada em um apartamento na Ponta Negra, foi ligado neste domingo (30).

Uma amiga da vítima percebeu que quem está com o aparelho, olhou as mensagens do WhatsApp dela às 10h15. O telefone sumiu da cena do crime e até hoje não foi encontrado.

A mulher que percebeu a atividade no aplicativo tirou um print e já o entregou a polícia. Os investigadores trabalham no monitoramento do celular, mas detalhes do caso permanecem sob sigilo.


O que se sabe até o momento é que no dia da morte de Silvanilde, um pedido de socorro foi enviado para o telefone da filha, porém, a polícia acredita que no momento do envio, a servidora já estava morta e outra pessoa teria mandado a mensagem por SMS.

Enquanto a perícia tenta desvendar a horária da morte, a polícia segue ouvindo depoimentos e já realizou três perícia no condomínio e no apartamento onde tudo aconteceu.

Holanda


Publicidade