• Redação

Bolsonaro: “Duvido que tenham coragem de cassar meu registro”


O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta sexta-feira (3), que duvida que ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassem o registro de sua candidatura à reeleição por disseminação de notícias falsas.

A hipótese tem sido ventilada pelo ministro Alexandre de Moraes, que assume o comando da Corte a partir de agosto.


– Agora, vai cassar meu registro? Duvido que tenham coragem de cassar meu registro […]. Não tem nenhum maluco querendo cancelar minha candidatura por fake news, é brincadeira […]. Eu defendo a liberdade.


Onde está a tipificação das fake news? – desafiou o presidente, durante agenda no Paraná.


O líder afirmou que não estava atacando o TSE ou a democracia, mas que estava apenas desafiando os ministros para um debate sobre o sistema eleitoral brasileiro.


– Tem coisas que fica complicado realmente confiar no sistema eleitoral. Não estou atacando a democracia ou o Tribunal Superior Eleitoral. Eu estou desafiando os próprios ministros do Supremo a, em público, vir debater comigo a questão – ressaltou.


Bolsonaro também comentou diretamente a declaração de Moraes sobre cassar o registro de candidatura daqueles que divulgarem notícias falsas. Para o presidente, a fala do ministro é a “visão dele”. O chefe do Executivo também reclamou que o ministros “não querem conversar”.


– Eles convidam as Forças Armadas a participar de uma Comissão de Transparência Eleitoral, as Forças Armadas detectam mais de 500 vulnerabilidades e apresentam nove sugestões. Não querem acolhê-las. Pior: nem querem debater.

Ninguém quer uma eleição sob suspeição – completou o líder.


Pleno News

Publicidade

Publicidade