• Redação

Bolsonaro apela a Damares para ter Michelle ao seu lado



O presidente Jair Bolsonaro (PL) não abre mão da presença de sua mulher, Michelle Bolsonaro, na Convenção nacional do PL que ocorrerá no próximo domingo, dia 24. Bolsonaro amarga altas taxas de rejeição entre as mulheres, segundo as pesquisas eleitorais.


Para ter a esposa presente e atrair votos do público feminino, ele acionou a ex-ministra da Mulher Damares Alves (Republicanos), amiga da primeira-dama e evangélica, integrante, como ela, da Igreja Batista.


Michelle tem se recusado a participar da campanha, especialmente de atos envolvendo o partido do marido. A primeira-dama não engole o presidente nacional do PL, Waldemar Costa Netto.

Damares informou ao presidente que fará “um esforço” para convencer a amiga a se engajar de fato na campanha pela reeleição do marido, incluindo a convenção do PL.


Leia mais


Michelle Bolsonaro é o trunfo para salvar o marido rejeitado


Em troca, se Damares convencer a primeira-dama, Bolsonaro pode oferecer seu apoio à ex-ministra como candidata única do Planalto ao Senado pelo Distrito Federal.

Damares disputa com a ex-ministra-chefe da Secretaria de Governo Flavia Arruda (PL) o posto de candidata do presidente à vaga. Flavia Arruda está em primeiro lugar nas pesquisas eleitorais e é mulher do ex-governador José Roberto Arruda (PL), também cotado para se candidatar a governador.


Já a ex-ministra da Mulher integra a chapa pela reeleição do governador Ibaneis Rocha (MDB), que é candidato à reeleição e anunciou apoio ao presidente da República na campanha, abandonando a candidata presidencial do partido, senadora Simone Tebet (MS).


Arruda também tem mostrado simpatia por Bolsonaro. Mas, se o presidente optar pelo apoio a Damares, ele fará de Flavia candidata a deputada, como puxadora de votos, e se lançará ao governo contra Ibaneis, tentando formar uma chapa com o Cidadania.


Bolsonaro prometeu a Arruda que anuncia ainda no início desta semana se fica com Damares ou com Flavia Arruda.


Enfim, a campanha pela reeleição do presidente se misturou à eleição no DF, envolvendo até o relacionamento do casal que ocupa o Palácio da Alvorada.


Leia mais no UOL


Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Publicidade

Publicidade