Publicidade

  • Redação

Bolsonaro aciona Zé Trovão para paralisar os caminhoneiros


Com uma canetada, Michel Temer, ainda presidente da República, atrelou os preços dos combustíveis à variação do preço do barril de petróleo no mercado internacional. Com uma canetada, Bolsonaro poderia desatrelar – mas cadê coragem para fazer isso?


Ele prefere enganar seus seguidores, e quem mais possa, trocando regularmente o presidente e a diretoria da Petrobras, e acusando a empresa de insensibilidade social. Ora, desde quando ele teve sensibilidade social? É coisa de agora, é medo de perder.


Marco Antonio Pereira Gomes, vulgo Zé Trovão, ganhou fama como defensor dos caminhoneiros. E por manifestações a favor do fechamento do Supremo Tribunal Federal. Para não ser preso, refugiou-se no México. É candidato a deputado em Santa Catarina.


Estimulado por Bolsonaro, Zé Trovão divulgou um vídeo chamando os caminhoneiros para um ato de protesto em frente às refinarias da Petrobras no próximo dia 27. Se até lá ela não reduzir os preços dos combustíveis, então o ato daria lugar a uma greve.


Bolsonaro amou a ideia.


Metrópoles


Publicidade