Publicidade

  • Redação

Bebê de 1 ano é achado morto em creche


A Polícia Civil está investigando o caso de um menino de 1 ano e 7 meses que foi encontrado morto preso a uma rede de gol no campo de futebol do CEU (Centro Educacional Unificado) Meninos, na zona sul de São Paulo, nesta quarta-feira (31). Ele era aluno da creche que funciona no espaço e participava de uma atividade externa quando teria ocorrido o incidente.


Uma professora encontrou o menino preso à rede. Inicialmente, o bebê foi encaminhado para uma UBS (Unidade Básica de Saúde), mas, posteriormente, deu entrada na AMA (Assistência Médica Ambulatorial) do Sacomã, e não resistiu.


De acordo com o delegado Douglas Dias Torres, o menino Enrico Braga Souza estava participando de uma atividade extracurricular no campo de futebol quando o acidente aconteceu.


“Acredito que ele pôs o pescoço naquele vão da rede e que possa ter perdido o equilíbrio e não ter alcançado o solo com a mão. E, com o peso do próprio corpo, pode ter ocasionado este fato”, disse. “Ali ele permaneceu e veio a desfalecer”, afirmou o delegado em entrevista ao Cidade Alerta.


O delegado avalia que o caso “possivelmente se encaminha para um homicídio culposo” (sem intenção). A polícia aguarda laudos para confirmar se a morte teria se dado por asfixia. Além disso, foram recolhidas imagens das câmeras de segurança.


A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Educação, informou que abriu, em caráter prioritário, uma apuração para verificar as circunstâncias da tragédia. A nota diz que cinco professoras acompanhavam as crianças no local e que o CEU possui um brigadista que prestou os primeiros socorros. Segundo a polícia, havia 18 alunos no local.


As atividades do CEU serão suspensas amanhã, quinta-feira (1º), e retornarão na sexta, parcialmente.


Via - R7

Edição Web - Felipe David

Publicidade