top of page

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
  • Redação

Ator de Riverdale que matou a própria mãe é condenado a prisão perpétua




FAMOSOS | Ryan Grantham, 24 anos, ator conhecido por seus papéis nos seriados “Riverdale” e “Supernatural”, foi condenado à prisão perpétua, nesta quinta-feira (22), pelo assassinato da própria mãe.


A decisão foi anunciada pelo Supremo Tribunal da Columbia Britânica, em Vancouver, no Canadá, onde o crime foi cometido. No país, o homicídio em segundo grau tem pena de prisão perpétua automaticamente. Entretanto, a audiência de Ryan foi para definir seu tempo de espera até a possibilidade de liberdade condicional.


Informações do New York Post apontam que o jovem só poderá ter direito a condicional depois de 14 anos em regime fechado. A juíza Kathleen Ker definiu o caso como “trágico” e “comovente”.


Entenda o caso


Ryan Grantham atirou contra a cabeça da própria mãe, enquanto ela estava de costas para ele, tocando piano. Bárbara Waite tinha 64 anos e foi definida como “carinhosa, compreensiva e amorosa” pelo próprio filho que a assassinou. “Ela não fez nada para merecer o que eu fiz com ela”, declarou o jovem, durante o julgamento.


Segundo as autoridades do caso, após o homicídio, Grantham pegou dinheiro, comprou maconha, produziu coquetéis molotov e assistiu televisão. Após cobrir a mãe com um lençol branco, o jovem dormiu. No dia seguinte, colocou velas ao redor do corpo de Bárbara e saiu de carro, portando três armas, munição e 12 coquetéis molotov, com a intenção de matar o Primeiro-Ministro do país, Justin Trudeau.


Enquanto percorria o caminho, Ryan se arrependeu do crime e confessou ter assassinado a própria mãe, em uma delegacia.



Foto: Reprodução

Publicidade

950x250-1 - banner samel.png
bottom of page