Publicidade

  • Redação

Ao contrário do que diz Eduardo Braga, lista do CNES mostra 15 leitos de UTI existentes em Parintins

O senador e candidato ao Governo do Amazonas pelo MDB, Eduardo Braga, afirmou, em entrevista concedida nesta sexta-feira, 16, ao Jam I, telejornal da Rede Amazônica, que o governador Wilson Lima (União Brasil) mentiu ao afirmar que há UTIs no interior do Amazonas e que dados do SUS (Sistema Único de Saúde) comprovariam sua tese. Mas, dados do CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde), vinculado ao DataSUs, que são públicos e abertos para pesquisa, apontam que há, em Parintins (a 359 quilômetros de Manaus), 15 Unidades de Terapia Intensiva, sendo 10 na modalidade adulto tipo II e 5 neonatais também tipo II.


Reprodução site CNES

As unidades constam na lista de leitos existentes, apesar de não habilitados. O CNES reúne em sua base de dados os leitos disponíveis nas instituições de saúde nacionais, repassadas pelas gestões municipais e estaduais, como leitos clínicos, cirúrgicos, complementares, adultos e pediátricos, entre outros.


No caso dos leitos existentes, eles são utilizados para internação. Os leitos SUS, são aqueles ativos para a internação de pacientes do SUS e que são habilitados. Já os complementares, que incluem as UTIs e, na maioria das vezes, os de cuidados intermediários, podem ou não ser habilitados, e estão disponíveis para o uso de pacientes.


Os leitos de UTI de Parintins constam na categoria complementar, em leitos existentes, ou seja, que estão disponíveis para uso, e que somam 51 na localidade, sendo 12 unidades intermediárias neonatais, 13 de cuidados intermediários pediátricos e 11 de cuidados intermediários adulto, além dos de UTI adulto e pediátrico.


Os leitos de cuidados intermediários constam como habilitados pelo SUS.


Amazonia

Publicidade