• Redação

Acusado de pedofilia, José Dumont é solto após decisão da Justiça

Foi determinado que ator responderá o processo em prisão domiciliar

O ator José Dumont, preso em setembro após ser acusado de pedofilia, foi solto nesta quarta-feira (12) após decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. No entanto, o ator de 72 anos ficará em prisão domiciliar e será monitorado por meio de uma tornozeleira eletrônica. Entenda mais sobre a nova situação do caso!


O ator José Dumont foi preso em flagrante, no dia 15 de setembro, após a Polícia Civil do Rio de Janeiro encontrar vídeos e imagens de pornografia infantil em seu computador.


Desde então, ele estava preso pelo crime de armazenamento de imagens de sexo envolvendo crianças. Mas, após a decisão da desembargadora Suimei Meira Cavalieri, da 3º Vara Criminal, o ator responderá em liberdade.


A informação foi confirmada pelo Jornal Extra e o portal Notícias da TV teve acesso ao alvará de soltura do ator, que diz: “Por unanimidade, concederam parcialmente a ordem para relaxar a prisão do paciente, determinando-se a expedição de alvará de soltura, mas com imposição substitutiva de cautelares alternativas, nos termos do voto do relator“.


De qualquer forma, o celular e o computador de José Dumont passarão por uma outra perícia, como uma análise mais profunda. Vale lembrar que o ator também é acusado de abuso sexual e o Ministério Público da Paraíba também está investigando um caso de estupro de vulnerável que teria acontecido em 2009.


Com as acusações e denúncias, José Dumont perdeu o contrato com a TV Globo. O ator estava escalado para a novela “Todas as Flores“, de João Emanuel Carneiro, mas já foi substituído por Jackson Antunes, que precisou regravar cenas que já estavam prontas.


Via - Popline

Publicidade

Publicidade